Cuiabá, 26 de Julho de 2017

Notícias - Boas ações

Ambulante que devolveu dinheiro errado ganha emprego segunda-feira, 19 de junho de 2017

Fonte: Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Foto: reprodução / Facebook

Lembra do ambulante senegalês Rarin, que devolveu uma nota de 100 reais dada por engano por um cliente? Releia aqui

O jovem de 23 anos acaba de ganhar – duas semanas depois – sua segunda recompensa por ter sido honesto.

Ele conseguiu um emprego e vai deixar de ser vendedor ambulante para ter carteira assinada.

Rarin vai trabalhar na rede de Postos Vips, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Ele deverá receber por mês de R$ 3 mil  a R$ 4 mil, entre salário e gorjeta.

A informação foi dada pelo empresário, Roberto Schotkis, de 51 anos, em sua página no Facebook.

Foi Roberto quem deu a nota errada, durante uma compra que fez do senegalês no começo do mês.

História

No último dia 6, Rarin vendia pequenos objetos em uma rua do centro de Porto Alegre, quando o empresário  comprou cadarços por 5 reais.

Como pagamento, ele deu 3 notas de 2 reais. Só que uma delas era de 100 e não de 2 reais. Roberto se confundiu “porque as duas são azuis”, disse ao SóNotíciaBoa na época.

Quando o empresário virou as costas e estava indo embora, sentiu alguém cutucando seu ombro.

Era Rarin, que correu atrás do cliente para avisar do engano.

Roberto e Rarin - Foto: reprodução / Facebook

Roberto e Rarin 06/06/2017- Foto: reprodução / Facebook

Agradecimentos

Nesta segunda-feira, 19, o empresário Roberto Schotkis agradeceu em sua página a todos que ajudaram ao jovem senegalês nessa nova etapa da vida dele.

“Agradecemos a Claudia Messer Moscovich, Bibo Nunes e ao dono da rede de postos Ângelo Galtieri. O Rarin está radiante de alegria, largará a função de camelô e terá carteira assinada. OBRIGADO A todos que torceram por ele”, concluiu.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa