Cuiabá, 18 de Setembro de 2019

Notícias - Esportes e Laser

Sem ter como voltar para o Acre, Palmeiras banca passagens de rival

Por: Pela Redação
Fonte: por: Redação Hypeness

Galvez fez história e foi ajudado pelo Palmeiras

O Galvez, do Acre, foi eliminado da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Sem dinheiro para a viagem de volta ao estado do Norte do Brasil, a equipe recebeu ajuda do rival Palmeiras, que bancou os bilhetes de retorno e ofereceu alguns mimos aos jovens atletas e comissão.

Por se tratar de uma equipe de pouca expressão em um torneio recheado de clubes com investimentos estratosféricos, o Galvez marcou a volta para o Acre logo ao fim da primeira fase da Copinha. No entanto, o time acreano se classificou para a terceira fase depois de vencer a Desportiva-ES, por 1 a 0.

 

Ao final do jogo diante do Palmeiras, o técnico Oziel Moreira fez um apelo emocionado, dizendo não ter dinheiro para voltar de ônibus ao Acre. Em média, a passagem sai por R$ 900 reais. O tempo de viagem é de 47 horas.

 

“Nós viemos na raça, sem apoio de ninguém. Não temos passagem para voltar ainda. Tínhamos 20 passagens para voltar, só que cancelaram, e (agora) só temos direito a 30%”, desabafou.

 

O técnico do time acreano fez um apelo emocionado após o jogo

 

O Palmeiras, que ganhou por 3 a 0, resolveu o problema ainda no gramado. O time paulistano vai arcar com os custos das passagens de avião (quase 4 horas de voo), além de oferecer um passeio pelas dependências do Allianz Parque. Jogadores e comissão técnica irão receber também chuteiras e bolas.

 

O abismo entre as duas realidades é tão grande, que enquanto o Galvez não tem dinheiro para comprar passagens de ônibus, o Palmeiras aprovou orçamento de R$ 561 milhões para a temporada 2019.

Fotos: Reprodução