Cuiabá, 20 de Novembro de 2017

Notícias - Boas ações

ERA ALUNO, AGORA É EMPRESÁRIO E AJUDA ESCOLA ONDE ESTUDOU

Fonte: A Redação - Ediléia Peroso





   Kelton Figueiredo Santana estudou na Escola  Estadual Prof. Ulisses Cuiabano anos de finais de 1990. Quando terminou o Ensino Médio fez Faculdade de Ciências Contábeis.

   Foi trabalhar no comércio de materiais de construção, já que seu pai era mestre de obra, com quem teve os primeiros contatos com os materiais básicos da construção de casas de alvenaria.

 

   O amor deste ex-aluno pela escola ultrapassou as boas lembranças apenas e, agora financeiramente ajuda a Escola Estadual Prof. Ulisses Cuiabano fazendo doações de materiais de construção, além de dinheiro em espécie para ajudar a alavancar um Projeto de Leitura que  a Instituição tenta implantar  para melhorar o desempenho dos alunos nas avaliações.

 

   Sendo um estudioso dos cálculos matemáticos e amante de logística, não demorou muito para Kelton se sobressair sobre seus colegas, virando gerente de uma grande rede de lojas do ramo, na cidade de Cuiabá, capital do Estado de Mato Grosso. Por mais de 12 anos emprestou seu talento aos empresários do ramo de material de construção, até que em 2013, o jovem talentoso se tornou patrão e abriu sua loja de materiais de construção, num bairro periférico porém populoso da capital do Estado.

   Hoje senhor Santana já abriu uma filial na cidade vizinha de Várzea Grande, a segunda maior cidade de Mato Grosso.

   Sua loja KZA- Materiais de Construção é o mais puro exemplo de sucesso na cidade que conta com mais de 200 mil habitantes. Segundo o próprio sócio proprietário, seu faturamento já ultrapassa meio milhão  de reais por ano.

 

   Por isso o ex-aluno fortalecido financeiramente voltou seus olhos para onde tudo começou- sua escola Ulisses Cuiabano.

   Procurado por seu ex-professor de Língua Portuguesa , que agora é diretor da instituição, senhor Dimas Antônio, que precisava de telhas para cobrir o ambiente da sua escola, Kelton se lembrou de quando era seu aluno e ambos riram muito. Após bons momentos de recordações  resolveu doar as telhas que o diretor estava precisando.

 

   A partir daí essa parceria só cresceu, pois além de doar, de vender à prazo para o diretor, o jovem empresário está doando dinheiro para comprar 140 livros para o Projeto Sexta da Leitura que a escola está tentando implantar. Tal projeto tem o objetivo de fortalecer a leitura e o prazer do estudante pelos textos dos Clássicos da nossas literatura como Machado de Assis, José de Alencar, Graciliano Ramos entre tantos. “ Se o aluno lê e interpreta ele consegue  desenvolver um raciocínio, inclusive pode até se sair bem em provas que buscam a leitura e o raciocínio, entretanto também serve para os alunos lerem e entenderem as perguntas da área de exatas, por exemplo, para conseguir chegar a resposta do enunciado”, disse o diretor.

  

 O empresário sensibilizado com a escola e mais ainda com o Projeto de Leitura,  resolveu, através de parcerias, doar uma quantia em espécie, o que já resultou na compra de 70 livros de literatura clássica, que são: Dom Casmurro, Lucíula, Senhora, Helena, Memórias póstumas de Brás Cubas, Memórias de um Sargento de Milícias e O Cortiço.

   O Gestor da Escola, senhor Dimas Antônio, alicerçado pelos professores, só tem elogios para o empresário e ex-aluno Kelton Santana e diz que uma das marcas do  trabalho do grupo de professores da escola, na educação é estar sempre buscando ajuda fora da esfera educacional e falou mais, os nossos professores estão sensíveis para todo esse esforço de colocar esse projeto em andamento. Muito obrigado ao Kelton e vamos continuar atrás de mais patrocínio para o nosso projeto.

                                                                                               A Redação - Ediléia Peroso

 

Depoimentos:

 

Aluna Bruna Batista Mendes, do 3° ano disse:

“O projeto é muito importante para o crescimento estudantil dos alunos, a literatura brasileira, apesar de não ser muito lida pelos alunos de Escola Pública, é essencial para o seu estudo e ter pessoas como o gestor Dimas e o empresário Kelton que nos apoia nessa caminhada, leva o aluno a querer buscar mais conhecimento”.

 

A aluna Gabriela Duarte disse:

“ Mesmo sendo o último ano na Escola Ulisses Cuiabano admiro a iniciativa de busca para os próximos projetos que virão do nosso diretor, pois a leitura é a base do conhecimento.

Só tenho a agradecer pela ajuda que recebemos do empresário Kelton, pois a escola não tinha condições financeiras para adquirir livros para esse projeto maravilhoso”.

 O aluno Volverine  disse:

“ Caro Senhor Kelton, nós alunos do 3º ano da Escola Ulisses Cuiabano, agradecemos imensamente a colaboração do senhor com a nossa escola. Estamos  gratos com a doação do senhor para a educação.Muito obrigado, seremos eternamente gratos ao senhor”.

 

A aluna Camilla Parussolo, do 3º ano disse:

“Fico muito agradecida pelo incentivo que estão nos dando, uma vez que a doação dos livros nos ajudará no vestibular e no aprendizado”.

 

A aluna Paula Campana disse:

 “É importante incentivar a leitura na escola, por meio dela é que se tem entendimento e se aprende. Obrigado por esse incentivo”.