Cuiabá, 15 de Novembro de 2019

Notícias - Saúde

Um simples exame de sangue já pode prever câncer de mama 5 anos antes de se manifestar

Por: Pela Redação
Fonte: por: Redação Hypeness

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo, e também o que mais mata mulheres. No entanto, o grande paradoxo é que, enquanto a doença é a responsável por uma das principais causas de morte de mulheres no mundo todo, ele também é o tipo de câncer com maior taxa de cura. Porém, o diagnóstico precoce é fundadamental para que a taxa de mortalidade caia, por isto a comunidade médica e científica vêm trabalhando para encontrar normas formas, que não apenas a mamografia. E a boa notícia é que, de acordo com um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Nottingham – Reino Unido, um exame de sangue poderia detectar um câncer de mama 5 anos antes da doença começar a se manifestar.

Se o autoexame e a mamografia são prevenções efetivas, eles já mostram pequenos nódulos quando a doença já se manifestou. Com o exame de sangue, no entanto, o o diagnóstico é mais simples, prático e preciso. A lógica foi não focar nas concentrações de células cancerígenas, que são justamente o que causam o nódulo, mas sim nos antígenos produzidos por elas. Antígeno são substâncias que desencadeiam uma resposta imune do organismo, ativando nosso sistema de defesa.

Isto porque, segundo os pesquisadores, as células cancerígenas – mesmo quando são muito poucas, já produzem proteínas que agem como antígenos – os chamados TAAs (tumour-associated antigens). Detectar no sangue os anticorpos desencadeados por esses antígenos seria uma forma mais prática de detectar o câncer de mama em estágio inicial.

 

De acordo com Daniyah Alfattani – um dos autores do estudo: “Conseguimos detectar o câncer com razoável precisão, identificando esses anticorpos no sangue. Conforme o teste fique mais acurado, abre-se a possibilidade de usar um simples exame de sangue para o diagnóstico precoce dessa doença”. Ainda segundo os pesquisadores, os anticorpos desencadeados por antígenos produzidos por células cancerígenas podem estar presentes no sangue desde muito antes da grande multiplicação de células doentes começar, ou seja, desde antes da própria formação do câncer, por isto a importância de um exame como este ser colocado em prática o quanto antes.

A pesquisa já foi apresentada na Conferência Nacional de Câncer em Glasgow – na Escócia, e neste momento os cientistas estão testando amostras de sangue de 800 pacientes. Se os resultados se repetirem em próximos exames, a descoberta promete ser uma das maiores revoluções já vistas no mundo da medicina.

O câncer de mama no Brasil

Somente em 2019 já foram cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama diagnosticados no Brasil. A grande questão é que, mais de 70% dos casos de câncer de mama são dignosticados em estágio avançado, dificultando as chances de cura.

As deficiências do Sistema Único de Saúde (SUS), que fazem uma mulher esperar meses para receber o diagnóstico, são as maiores culpadas por esta triste realidade. Quando diagnosticado precocemente a chance de cura é de 95%, taxa que vai caindo conforme o tempo vai passando, um grande indicador do profundo abismo social presente no Brasil.

Fotos: Unsplash

por: Gabriela Glette