Cuiabá, 26 de Julho de 2017

Notícias - Variedades

ESCRITOR FAZ SURPRESA PARA PEQUENOS LEITORES

Por: Léia Peroso
Fonte: A redaçao

ESCRITOR FAZ SURPRESA PARA PEQUENOS LEITORES

 

 Espanto! Espanto! Espanto!

   Foi essa a impressão que teve o Escritor Dimas Antônio, em Várzea Grande-MT, cidade situada ao lado da Capital do Estado de Mato Grosso, quando os alunos entraram na sala de aula e deram de cara com o autor.

   A história começou quando a Professora Jaqueline Aparecida dos Santos, que trabalha na Escola Fernando Leite de Campos, ministrando aula para os alunos de 6º ano, aplicou o Projeto “ O Autor e Eu”, com o livro “ Te Conto(s) Tudo, do autor citado.

   Durante o ano de 2016 a mestra Jaqueline trabalhou a leitura, a interpretação e o entendimento literário, ou seja, ela procurou, segundo a própria, trazer o autor para dentro da sala de aula, para que os alunos se interessassem pela obra. Isso ocorreu.

   Tanto que no final dos trabalhos, depois que todos tiveram a oportunidade de ler, entender e conhecer as personagens, os alunos quiseram escrever para o escritor.

   Assim com as “cartinhas enviadas”, a professora conversou por telefone com o autor, dizendo da vontade deles de o conhecerem. Assim feito esse primeiro contato, o escritor foi surpreendido pelo recebimento das cartinhas, que ele chamou de verdadeiras obras de arte, num mundo tão digitalizado, tão globalizado, que alguém pudesse receber por escrito, verdadeiras pérolas de  mãos tão pequeninas, tão ainda trêmulas pelo pouco tempo de uso na escrita, uma vez que essas crianças estão ainda no 6º ano.

   Extremamente sensível aos textos dos estudantes e também emocionado com aquele presente, o nobre escritor resolveu ir visitá-los.

   Combinado o dia, Dimas chega na escola, todavia a professora resolve que, de propósito, isso deveria ser uma surpresa para os alunos. Assim quando eles entraram na sala e viram o autor, suas feições foram de espanto total. A principio todos se olharam e olharam para o visitante. Depois  com timidez resolveram um por um, ir até o escritor e cumprimentá-lo.

   Passado o primeiro instante, os alunos começaram a se soltar e fazer perguntas, melhor ainda, começaram a conversar.

   Depois, como pedido dos próprios alunos, o escritor levou  o tão solicitado em carta, pão de queijo com chá, tradicional lanche cuiabano, para que pudessem encerrar o papo, não antes de autografar os livros que Dimas presenteou a todos.

                                                                                                      Léia Peroso